A minha experiência: Casting RTP

Sábado de manhã. Seis horas, o sol ainda não se via no horizonte quando o despertador tocou e me fez acordar.

Se há uns tempos me dissessem que iria estar numa fila por horas para um casting da empresa que gere a rádio e televisão pública portuguesa e ter a oportunidade de cumprimentar a estilista Fátima Lopes e Manuel Tomaz, eu diria que estavam doidos! Mas foi isso mesmo que aconteceu.

Quando cheguei um pouco antes das 9h às instalações da RTP em Lisboa no sábado de manhã, a fila já se preparava para dar a volta ao quarteirão. Amigos, antigos colegas de trabalho, da faculdade. Pessoas de todas as idades, formas e feitios. Alguns estudavam, outros liam, outros criavam grupos de conversa que perdurariam até ao final sem se conhecerem antes.

Foi o que me aconteceu. Nem um minuto depois de estar na fila, eu e a minha companheira de aventuras, já tínhamos conhecido a primeira das meninas que constituiriam o grupo de 6 que no dia seguinte se acumulou e partilhou esta experiência.

É inevitável não traçarmos conversas e laços quando esperamos por algo tão expectante e que nos coloca a todos um pouquinho nervosos. Acabamos sempre a trocar informações, perguntas, experiências. E quando damos por isso, temos um grupo a dar força uns aos outros e a querer manter-se em contacto no final.

Quando vim para casa no sábado ao final da manhã com uma senha para o dia seguinte e pude ver no Jornal das 13h como o casting estava a ser feito, não vos posso dizer que não fiquei nervosa. Até ao momento só sabíamos que seria um casting com um júri em que iríamos dar provas do nosso talento.

Se tal como eu, viste as imagens e ficaste com receio de não seres capaz de ir, não temas nada. O ambiente nas filas é óptimo, estamos todos para o mesmo, não te esqueças. Haverá sempre alguém com quem trocares ideias e te identificares. O júri é simpático e compreensivo, desde que também o sejas, estejas à vontade e sejas tu próprio. São todos pessoas, que tal como nós, mesmo sendo dos melhores profissionais nas suas áreas que temos no nosso país, começaram com certeza por algum lado e sem saberem tudo.

Aproveita o momento, diverte-te, lê este post da Joana Teles e dá o melhor que tens para oferecer!

E não te esqueças, mesmo que não passemos à fase seguinte, o importante é sem dúvida a experiência e tudo o que ganhares com ela.

By Tânia Sequinho

Tânia Sequinho é a autora por detrás do yoursecretgirl.com, o blog que criou para inspirar jovens mulheres a conseguirem a vida feliz, organizada e realizada com que sempre sonharam. Actualmente a Tânia vive com o namorado André e a sua gata Luna perto de Lisboa, e trabalha como Web e Mobile developer durante o dia e como blogger à noite. www.yoursecretgirl.com

  • Rui Pinto

    Com uma fila desse tamanho uma coisa é certa: nem todos ganham o emprego, mas todos ganham um escaldão! Ahah =) Boa sorte!

  • Felizmente não apanhei nenhum, mas ouvi dizer que algumas pessoas apanharam. Talvez tenha tido mais sorte (ou cuidado). Muito obrigada, Rui! ^^

  • Hugo Cardoso

    Força nisso! Fico à espera de mais novidades 🙂

  • Tim

    Coragem e força 😀

  • Sempre! Obrigada, Tim! 😀

  • Obrigada pela força, Hugo! Elas estarão a aparecer por aqui. ^^