A constatação de que estamos a ficar velhos…

Este fim-de-semana falava com o meu namorado sobre uma coisa que acho que nos acaba por tocar a todos: a constatação de que estamos velhos.

Não quero dizer velhos de idade ou de mentalidade, que por enquanto ainda estamos bem novinhos de espírito. Mas sim de: preferir casinha a sair à noite até tarde, o sofá com uma série a um bar cheio de barulho, a ideia de viver no meio do nada a viver no centro de Lisboa…


Sim, meninos e meninas, chega um dia que isso realmente acontece.

Porquê? Talvez porque chegamos a um momento em que valorizamos mais estar só com a nossa cara metade em casa, no sofá, no quentinho, sozinhos. Ou com os amigos num sítio calmo, sem barulhos, onde possam conversar. Ou talvez porque começamos a trabalhar e a andar no trânsito todos os dias da semana e quando chegamos ao fim-de-semana a última coisa que queremos é confusão e barulho…

E o melhor? É que não me sinto minimamente mal com isso.

Sim, pai, tinhas razão, todos chegamos a esta fase. E pelos vistos tinhas também razão, eu cheguei a ela bem mais cedo do que pensava!

E vocês? Sentem-se igualzinhos ou acham que nunca vai ser assim convosco? Partilhem!

By Tânia Sequinho

Tânia Sequinho é a autora por detrás do yoursecretgirl.com, o blog que criou para inspirar jovens mulheres a conseguirem a vida feliz, organizada e realizada com que sempre sonharam. Actualmente a Tânia vive com o namorado André e a sua gata Luna perto de Lisboa, e trabalha como Web e Mobile developer durante o dia e como blogger à noite. www.yoursecretgirl.com

  • Pode ser que sim, Rui, mas por enquanto sinto-me bastante feliz e sem sentir que estou a perder alguma coisa. E acho que isso é o mais importante para isso não acontecer no futuro.
    Mas se acontecer, prometo que farei o post com esse final!