My Fit Self Challenge – a retrospectiva

No início de Março trouxe-vos a notícia de que tinha começado um novo desafio, o My Fit Self Challenge com a Nádia do blog Perdida em Combate e outras 22 bloggers. E durante 4 semanas trouxe-vos a reflexão de como corria cada semana. Hoje é dia de vermos o que aprendi, o que desisti de aprender e o quanto este desafio mudou o meu dia-a-dia.

My Fit Self Challenge - a retrospectiva

Entrar num desafio como estes nunca é fácil, mas manter-nos nele é ainda mais difícil. E vocês puderam acompanhar semana a semana como foi difícil para mim conseguir manter-me na linha todos os dias.

Jantar até às oito horas da noite, cortar nos fritos e no fast food, foram algumas das mudanças mais complicadas para mim. A maior parte do mês consegui manter estes pontos durante 1 a 3 dias e isso era de longe o que eu pensava que ia conseguir.
Mas lá está: às vezes prometo coisas a mim própria que acabo por não conseguir cumprir. Mas sabem o que isso me trouxe de bom? Poder parar agora e analisar o que realmente era importante para mim e o que não era.
Neste desafio havia dois pontos que eram realmente importantes para mim quando comecei: fazer mais exercício e cortar na junk food. Sabem o que percebi? Que são os mais difíceis de largar e os que mais falhei.
A meio do mês, percebi que os meus hábitos não estavam a mudar. Continuava a não conseguir jantar antes das 21h, continuava a comer fritos e continuava a ir ao Mc Donalds todas as semanas. Até que percebi que isto não eram simples hábitos que conseguiria deixar do dia para noite, mas sim uma cadeia inteira de maus hábitos.
Porquê que nunca conseguimos jantar antes das 20h? Porque temos uma rotina que torna isso impossível. Porquê comia fritos? Porque os tinha em casa e pegávamos neles quando chegávamos a casa esfomeados… e porque ia ao Mc Donalds. E porquê que ia ao Mc Donalds? Porque chegávamos tarde a casa e não tinhamos paciência para fazer jantar.
Estão a ver? É uma cadeia de acontecimentos. E vão ver que se analisarem os vossos hábitos, vão perceber porquê que não conseguem largar aquilo que vos faz mal ou começar um hábito que tanto querem começar.

Então quais foram as verdadeiras conclusões do meu mês com o My Fit Self Challenge?

  • Não consegues mudar um hábito num mês se não perceberes porquê que o fazes;
  • É uma diferença imensa quando outra pessoa se junta a ti e fazem o desafio juntos;
  • Sair a horas do trabalho = chegar a horas decentes a casa = conseguir fazer jantar = comer melhor = nada de junk food;
  • Decidi continuar a combater o meu vício de fritos (mais propriamente, batatas) e já vou em 2 dias seguidos sem nenhum;
  • Os lanches são a melhor altura para comer fruta e obrigam-me a levantar-me da secretária e mexer;
  • Os legumes são os nossos melhores amigos, principalmente quando são deliciosamente bem feitos;
  • Não bebo tanta água como penso = preciso de beber mais ao final do dia e noite;
  • Adormecer no sofá em vez de ir logo para a cama é parvo e não me descansa;
  • Ir para a cama cedo funciona, mesmo que seja a ver uma série ou a ler;
  • Ter sempre fruta no trabalho e snacks saudáveis foi o meu melhor aliado na conquista por dias com mais energia e equilibrados;
  • Preciso de agendar os meus exercícios se quero realmente fazê-los, senão nada feito.
Sei que ainda é uma lista grande, mas estas foram só algumas das conclusões que tirei durante este mês e que fizeram mudanças fantásticas: o nosso frigorífico está cheio de fruta e legumes (80%, para ser mais específica); todos os dias levo fruta para o meu lanche no trabalho; consegui recusar crepes chineses esta semana pela primeira vez na vida; tenho pacotes de chá especialmente guardados no escritório para ajudar o meu consumo de líquidos e energia; voltei a escrever diariamente no diário que comecei no início do ano sobre a minha procura por uma vida mais saudável e real food; tenho cozinhado 3 a 4 vezes por semana e já voltei a correr na rua semanalmente.
E é isto, pessoal. Espero que tenham gostado de acompanhar a minha experiência neste desafio. Lamento não ter podido ser mais específica, como por exemplo, mostrando o meu peso. Mas a verdade é que só comprámos uma balança lá para casa há 4 dias. Mas bem, se quiserem saber, estou com 59kg neste momento. Sim, a senhora balança está-me a dizer para continuar.
Um grande beijinho a todos e parabéns às meninas e meninos que concluíram o desafio! Estamos todos juntos!

Tânia Sequinho

By Tânia Sequinho

Tânia Sequinho é a autora por detrás do yoursecretgirl.com, o blog que criou para inspirar jovens mulheres a conseguirem a vida feliz, organizada e realizada com que sempre sonharam. Actualmente a Tânia vive com o namorado André e a sua gata Luna perto de Lisboa, e trabalha como Web e Mobile developer durante o dia e como blogger à noite. www.yoursecretgirl.com